(11) 2783-0838 | (11) 2783-3574
  sdavf@uol.com.br

Mês das Mulheres – Por que 8 de Março?

Curiosidades

Vamos aos fatos:

28 DE FEVEREIRO DE 1909:  Em razão de uma greve, ocorrida no ano anterior, que mobilizou operárias do vestuário em Nova York, contra as más condições de trabalho, o Partido Socialista da América celebrou o fato.

1910: Primeira Conferência

1915: Clara Zetkin organizou uma conferência sobre a mulher.

Em 1917, durante a Primeira Guerra Mundial, ocorreu uma manifestação contra o Czar Nicolau II, quando mais de oitenta(80) mil mulheres fizeram um protesto contra as péssimas condições de trabalho no país e contra a participação na guerra, daquele país.

O protesto foi denominado PÃO E PAZ. Era 23 de fevereiro, mas, correspondia a 8 de março no calendário juliano. Lenin implantou como dia oficial para celebração da heroica mulher trabalhadora.

1945: Nos países do bloco comunista a data era um feriado comemorado, como dia Internacional da Mulher.

Já no resto do Ocidente o dia foi comemorado durante as décadas de 1910 e 1920. Num determinado tempo a data caiu no esquecimento e foi recuperada pelo movimento feminista na década de 1960.

A ONU implementou a partir de 1970 e 2008, com lançamento da campanha: “As Mulheres Fazem a Notícia.”

Hoje a data ficou com um tino comercial, com empregadores distribuindo rosas vermelhas entre as funcionárias, portanto, o espírito de luta de 1917, com as operárias grevistas, naquele 8 de março, praticamente teve seu sentido alterado ou diluído.

Situação da mulher hoje no Brasil: Ganha menos que o homem, praticamente, 30% no total dos gêneros, embora tenha uma educação e formação mais elevada, em mais que 20% no total. Há muita luta ainda, para ser feita e muitas batalhas a serem conquistadas, dentro do mercado de trabalho e dentro do social.